viernes, noviembre 30, 2007

Foda-se.

A expressão retumbante escrita à batom vermelho no espelho do banheiro da suíte. O vestido vermelho saiu pela porta, não deu tempo de pedir desculpas. Os lençóis, a camisa jogada no chão, o resto de peru, a champanha, a noite de natal, tudo era vermelho.
E ele que sempre gostou muito mais de verde. Ou azul. Ou branco, podia ser ano novo ao menos, ano novo, vida nova.
- Porque você fez isso, meu amor? Porque?
- Foda-se.
O tapa, o sangue escorrendo da boca dela. O vestido vermelho saindo porta afora.
A expressão que pulou da boca dele pro espelho.

martes, noviembre 27, 2007

Pele com pele



Quero ver-te suando
Em cima de mim,
Pele com pele.
O beijo calmo, quente
Arrastado...
O sorriso enigmático
O olhar dissimulado
O toque.
Pele com pele