sábado, junio 23, 2007

Desejar

Procuras no meio de tuas pernas de santa o teu desejo de puta. São quatro da manhã e tu aí, procurando na TV, e entrando cada vez mais fundo, enquanto o pastor exorciza e a moça rebola, acaricia com movimentos circulares todo o teu stress diário, pois ele é teu, e dás a ele o nome que quiseres.
Uma vida inteira dedicada a ele, e ai, o que ganhaste em troca? Dizem aqui que com a vizinha, dizem ali que com a colega de serviço, e tu? Que nem chegaste a ter um serviço, para que cuidasse com que ele sempre tivesse o que comer quando chegasse cansado da firma, e tu? Que mesmo sem a mínima vontade, e às vezes até com nojo, abria tuas pernas para ele deitar o corpo de macho suado com cheiro de cerveja-escritório-tabaco-trânsito, e tu? Que ficaste em casa criando três filhos sem nunca abrir a boca para reclamar de nada, pros filhos-da-puta-ingratos virem a tua casa uma vez a cada três meses, mas pergunta-te em silêncio, e daí? Pois nunca gostaste mesmo dessas crianças com a cara do pai, todos retardados como ele, mas tu, sempre tu, benévola e amorosa por trinta anos, sorriu e disse que amava.
E tu? O que ganhaste em troca? Agora velha, esquecida e com cheiro de mofo, três meses depois de pedir o divórcio, trabalhando como secretária para um qualquer.
Madrugada de Domingo, quase na hora de acordar, e tu aí, o dedo cada vez mais fundo, e então decidiste:
Amanhã não vai ser no meio de tuas pernas e sim nas do encanador, quem sabe, jardineiro, quem sabe, dentista, que procurarás teu desejo de puta, pois é só isso que te sobrou velha, esquecida, com cheiro de mofo:

10 comentarios:

Punkssauro dijo...

UAU!

Lubi dijo...

Nossa.

Rodrigo Ramos - Buteco do Lamento dijo...

só as mães são felizes...

De cair o queixo ! Muito bom, meeessssmmmmooooooooo !!!

- JuH - dijo...

Nem as mães são felizes. Ou são?
Já foram, mas não são, talvez.

Vemos este tipo de puta em todos os cantos da cidade, é fato. É a vida, é a sobrevivência.
Afinal, cedemos às pressões do meio, né mesmo?!

beijo-queijo.

- JuH - dijo...

Eu tinha comentado algo legal aqui, mas cliquei em visualizar e achei que estivesse publicado. Uma pena.

Acho que tinha dito que nem as mães são felizes, ou são?
Já foram, mas não são mais, talvez.

Vemos este tipo de puta em todos os cantos, é fato. É vida, é sobrevivência.
Afinal, cedemos às pressões do meio, né mesmo?!

Agora estou desapontada comigo. Que anta! Junia, clique em publicar, publicar. ¬¬°

beijo-queijo.

- JuH - dijo...

Aaaaah, acho que eu entendi.
Eu comento e você tem que aceitar ainda, é isso?
Estranho. o.O'
Tava bebendo cerveja, não vale.

Estou toda confusa. Que chato!
Mas tá. De qualquer forma, é divertido.

Agora fui convencida a ir dormir e acordar amanhã com dor de cabeça. Mas antes tenho que escovar os dentes, porque dormir com gosto de cerveja é bom, mas acordar é ruim, muito ruim.

Inté, ééé... não sei seu nome. ¬¬°
A gente nem conversa, né?!
E você não sabe quem eu sou. Legal.

Jesus, porque eu não desliguei o computador antes de ir pra festa?! Aiai. Agora vocÊ tem que ficar me aguentando. Eu assim, toda extrovertida.

Pronto! Parei.

Beijo-lua-de-queijo.

E se não chegar nenhum comentário, isso tudo é uma ilusão do meu cérebro muito louco nadando num barril roxo de cerveja.

- JuH - dijo...

Eu de novo!
hruahuerhaehraruiaeh
É que quando eu estava esperando a página carregar, fiquei forçando os olhos e tive uma visão!

"A moderação de comentários foi ativada. Todos os comentários devem ser aprovados pelo autor do blog."

Agora está tudo explicado. Eu sou tão esperta. Descobri sozinha que você tem de aceitar os comentários.
Ae! o/

Tô achando que você aceitará todos. Seria legalzinho, até.

E agora estou indo meeeesmo!

beijo-eu-dancei-forró-hoje.

Vento. dijo...

É.

"Sobras...", que sejam...

histérica dijo...

Deus ajude que eu não vire uma mulher assim hahaha :P

histérica dijo...

espero que eu não vire uma mulher de meia idade assim :/

que merda seria...(imaginando)..