miércoles, abril 19, 2006

Re: s.

Espalhar maravilhas pelas ruas
Derreter suavemente a pele
O tempo, o gosto
A cor.
Ouvir e ver, haver
Ser.
Ser o instante do beijo, ser o tempo
Ser, o homem.
O homem que sabe o que é
Porque sabe o que não foi e o que vai ser
Que mantém tranqüilamente seus desejos
Em equilíbrio com sua realidade.

4 comentarios:

O Gafa dijo...

Lí!



Mas não consegui manter a calma e raciocinar, devido a imagem ao lado!



É bem mais que perturbadora...

Windmill dijo...

Concordo com o Gafa, perturbador...
Tipo de imagem que tu encontrará no Abarat, claro q, bem mais infanto-juvenil (apesar d'eu achar um absurdo colocarem livros como este e o Coraline nessa seção..).
Duvido que vá se tornar um sucesso depois de 3 anos do lançamento ter passado á brancas nuvens pela critica..Mas me junto ao teu raciocinio: Li o Código do Dan Bronw bem antes do boom. Depois que começou essa modinha estupida em cima, tratei de "lavar as mãos" de tudo..

Chando, Lucas dijo...

gostei.
gostei mesmo.

to tentando entender ainda o título.
...
agora desisti.

mas eu gostei.

Vento. dijo...

cade o outro texto??